Saiba o que é OAB

Ainda me lembro quando saí da corrida, comecei a trabalhar na Audisec Information Security, e meu líder de equipe me disse que eu nem sequer pensava em me formar em um mestrado. Ele era engenheiro de computação e nós dois nos conhecemos no departamento porque, quando comecei minha carreira profissional, dediquei-me à proteção de dados cem por cento (agora ainda o faço, mas o combino com o exercício da lei).

No começo, não prestei atenção e, no final, me matriculei em dois mestres que combinei com o trabalho; A versão que me deu o meu chefe de equipe, é trabalhar primeiro e quando realmente domina um assunto ou pelo menos o básico de minhas coisas fez um MA, onde eu pudesse perguntar e aprender todas as informações que você me dá professores. Eu não o escutei.

Talvez eu tenha mais razão do que me expor. Mas é sempre melhor tirar coisas boas das ruins. Fiz dois mestres, depois fiz outro no ISDE, Instituto Superior de Direito da Economia, e mais tarde ainda faço a Escola de Prática Jurídica e a única coisa que me serviram foi investir. Invista pouco a pouco para fazer um currículo.

Veja como fazer a prova e ter uma boa nota

Eu sei que não é sério, que no final se tem mais contratos, mais clientes ou mais Curriculum networing ter outro que podem saber mais do que eu fazer em um assunto, mas não têm o que é chamado agora titulitis OAB.

Também me ajudou a diversificar e investir muito no meu currículo; Todo ano eu sempre reservo uma linha econômica para continuar investindo em titulite. Alguns me oferecem muitos outros cursos que me oferecem apenas notoriedade.

É verdade que meus clientes finais são as pessoas que querem defendê-los, mas também trabalhar para outras empresas que terceirizam os meus matéria penal, eo primeiro limpar esta é a sua carta de apresentação é o seu currículo, e não acho que exista poderia entrar nesses contratos se eles não tivessem encontrado um cara vários mestres e cursos de treinamento; com a experiência, é claro, mas também com uma quantidade significativa de treinamento. Porque isso denota três coisas importantes para quem quer terceirizar assuntos.

Confira as demais prova e veja como estudar

Primeiro, você gosta do que faz; que você é apaixonado pelo que faz Ninguém que não seja apaixonado pelo que faz continua investindo em treinamento. Que você é realmente treinado, no assunto que você quer se dedicar. A experiência que tenho como garantida, mas entre um advogado que tem muito treinamento em entidades reconhecidas e outro sem nada, ambos experientes, quem você contrata?

Que as coisas estão indo bem para você; Uma pessoa que ama a profissão legal e não investe é porque não tem possibilidades econômicas para fazê-lo. Se você é apaixonado por leis criminais e está indo bem financeiramente, tenho certeza que você reserva uma parte importante do treinamento, para ser o melhor.

Então minha ideia é que você tenha claro o que você quer dedicar, você se especializa. Você reporta muito bem no Google, que são os especialistas que dominam o assunto que você deseja dedicar, depois disso, siga-os, pergunte e veja o que eles fizeram em sua carreira profissional.

[su_list icon=”icon: share” icon_color=”#1ab6e8″]

[/su_list]

Abra um blog e veja a escrita enquanto você lê e aprende seu assunto; Não tente aparecer mais do que você é, porque no final ele aparece. Pouco a pouco, passo a passo, você vê fazendo cursos, vai aumentando seu currículo, com tudo isso, você verá como no final você se torna uma greta na questão da lei que você quer se dedicar.